Envio gratuito para encomendas superiores a 50 euros.

O meu cão cheira mal: causas e soluções

Publicado em Blogue
o meu cão cheira mal

Os cães, tal como as pessoas, têm um odor caraterístico que os identifica. Os cheiros, neste caso os maus cheiros, podem denotar um problema de saúde ou simplesmente responder à própria anatomia do nosso animal. Se o seu cão cheira mal, este artigo é do seu interesse.

Se o seu cão cheira mal, tem de saber que pode remediar a situação. Analisamos algumas das doenças que podem causar mau cheiro e damos-lhe algumas dicas para que o seu animal de estimação tenha uma higiene adequada.

Há certas zonas do cão que são particularmente odoríferas, como por exemplo

  • As almofadas. Concentram numerosas glândulas sudoríparas, o que torna a zona particularmente odorífera.
  • As pregas. Os cães como o shar pei ou o bulldog, que têm muitas pregas, são mais susceptíveis de sofrer de dermatites, o que provoca odores fortes. É importante controlar regularmente a higiene nesta zona.
  • A zona anal. Os cães têm glândulas de cada lado do ânus que produzem um líquido oleoso e de cheiro forte. São utilizadas para facilitar a passagem das fezes e também para comunicar com outros cães.
  • A pele. Os cães têm mais gordura do que os humanos, pois esta actua como uma camada protetora.
  • Os ouvidos. Esta é uma zona que tende a acumular cera e outros detritos que provocam mau cheiro.

Doenças que podem estar na origem do odor

Para além da sua própria fisionomia, o mau cheiro de um cão pode esconder uma patologia. Vamos ver algumas das doenças que podem estar associadas ao mau cheiro do nosso animal de estimação.

  • Otite. Um mau cheiro, especialmente na zona do ouvido, é muitas vezes um dos sinais reveladores de uma infeção do ouvido, juntamente com o coçar frequente ou o abanar da cabeça.
  • Alergias. O coçar excessivo devido a alergias pode causar pequenas feridas que, se forem infectadas, produzirão um mau cheiro.
  • Doenças ou alterações da boca. Se o seu cão tiver tártaro ou gengivite, isso produzirá um mau cheiro. Além disso, o seu animal de estimação irá transferi-lo para todo o corpo através da lambidela.
  • Problemas digestivos. A flatulência é outra forma de produzir maus odores. Podem esconder problemas digestivos devidos a uma alimentação inadequada.
  • Alterações nas glândulas anais. Se o seu cão tiver uma ferida na zona anal, pode provocar um mau cheiro.

Conselhos para a higiene do seu cão

Em alguns casos, o mau cheiro de um cão reflecte simplesmente uma higiene inadequada. Eis alguns conselhos para evitar os odores desagradáveis:

  • Dê banho ao seu cão regularmente. Uma vez por mês pode ser suficiente. Utilize um champô que corresponda ao pH do seu animal de estimação, como o champô de aloé vera da Disane.
  • Escovar o pelo com frequência para remover os pêlos mortos, que podem causar odores.
  • Limpar os ouvidos uma vez por semana. Evitará a acumulação de sujidade no canal auditivo e, assim, evitará possíveis infecções e odores desagradáveis. Pode utilizar o produto de limpeza natural para os ouvidos da Disane.
  • Mantenha os dentes do seu animal de estimação limpos, utilizando pastas de dentes específicas.
  • Pode utilizar a água de colónia como toque final para um aroma fresco e limpo. A água de colónia natural da Disane tem um efeito desodorizante muito agradável e duradouro.

Deixar uma resposta

O seu endereço de correio eletrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *.

Pagamento 100% seguro

Entrega em 24/48 horas

Com a garantia Disane

Garantia de devolução do dinheiro

0
    0
    O seu carrinho de compras
    O seu carrinho de compras está vazioContinuar a comprar
    Conversa aberta
    Como o podemos ajudar?
    Uau 🐶
    Como podemos ajudar?